• Driely a Designer

Designer e Modelista: Revenda de arquivos de joias


A ética representa o seu valor, sua moral, seu caráter e conhecer ou não as práticas corretas para a área de Design e Modelagem de Joias pode ser a diferença entre ser um profissional desvalorizado ou valorizado. Qual você quer ser?


Existem algumas práticas comuns no ramo joalheiro que desvalorizam os profissionais e as indústrias. Eu vou falar dessas práticas relacionadas aos profissionais, e especialmente aos Designers e Modelistas 3D de joias.

Acredito que muitos desses profissionais não sabem como essas práticas podem influenciar negativamente na própria imagem, porque quando entram para atuar na área, já se deparam com esses costumes como se fossem processos naturais do dia-a-dia, e por isso não prestam atenção ao peso que isso pode trazer para si como profissionais.

# Revenda de arquivos de joias

O modelista de Joias, adquire uma joalheria virtual em seu computador com o passar dos anos de trabalho, e nessa joalheria tem joias de própria autoria, de autoria de outros profissionais que foram modeladas ou corrigidas pelo modelista 3D, e as réplicas, que são na maioria das vezes, cópias malfeitas de joias únicas e que foram pedidas por produtores ou copiadas pelo próprio modelista.

A revenda, ou seja, a venda da mesma joia para mais de um produtor, é uma dessas práticas negativas para a carreira. Abaixo listo 5 motivos para você não revender nenhum desses tipos de joias presentes em sua joalheria virtual.

# 5 motivos para você NÃO revender arquivos (não perca o 2º e o 4º motivo!)

  1. Os produtores de joias conversam entre si, e se encontram com frequência em eventos do ramo joalheiro. A qualquer momento poderão descobrir que a mesma peça que você fez já está no mostruário de outro(s) produtor(es) independente da diferença de tempo entre a venda da peça original (única) e a venda de sua(s) cópia(s).

  2. Outros profissionais da área também tem a liberdade de ir e vir e estão sempre dentro de várias fábricas e no meio do processo de produção. Eles podem "dedurar" que viram o mesmo modelo que você vendeu ali, em outra fábrica de joias (e podem fazer isso mesmo sem te conhecer, ou pior! Pode ser um ótimo motivo para a concorrência tirar você de circulação do mercado!);

  3. Logo esses produtores não procurarão mais pelo seu serviço, ou se você trabalha como funcionário e não como prestador de serviço, será despedido. E em breve quase todos os produtores da área saberão da sua falta de ética e também não trabalharão com você.

  4. Quando você revende, é transmitida uma mensagem de que você tem preguiça criativa ou não sabe criar joias (Nada contra os modelistas. Eu sou modelista também! E sim, você pode criar! Criar não é um dom, é um esforço e muito estudo sobre métodos que te possibilitam a criatividade! Falarei sobre isso num post futuro - inscreva-se na lista para receber o conteúdo);

  5. Você cria uma reputação de confiabilidade quando você nega a venda de uma peça que você está mostrando em seu portfólio. No momento em que você fala não, o seu cliente tem a impressão de que você é ético e pode confiar em você para projetos que envolvam grande criatividade e marketing para alavancar as vendas e a reputação da indústria.

Sabe como é aquele ditado, "Noticia ruim corre depressa"? Só que no caso em que você pratica essas condutas antiéticas, a notícia ruim é o seu nome, sua imagem profissional e o seu salário correndo depressa para bem longe de você! Então eu pergunto novamente, que tipo de profissional você quer ser?

# O que você precisa saber caso você ainda queira revender arquivos...

Disse no vídeo, mas vou reforçar! Eu não estou incentivando a revenda de joias, seja cópia ou design exclusivo! O que eu estou incentivando é uma postura correta sobre uma prática comum, que acontece diariamente no nosso meio de trabalho e que não é ética. Assista o vídeo!


Conclusão

Então, esse é o peso da ética sobre a sua imagem profissional. Eu já errei sobre isso e não tenho vergonha de expor meu erro. Com ele eu aprendi muito sobre o ramo joalheiro, consegui corrigir minhas falhas e agora posso ajudar outras pessoas a não "caírem nos mesmos buracos que eu cai"!

Participe!

Você é Designer ou Modelista de Joias? Clique aqui.

Você é Produtor de Joias? Clique aqui.

Você já presenciou ou teve alguma experiência com práticas antiéticas? O que você aprendeu com isso?

  • Curta

  • Compartilhe

  • Divida sua opinião nos comentários

  • Se quiser compartilhar algo e manter seu nome em sigilo, mande sua experiência para esse e-mail.

  • Marque as pessoas que você conhece e podem se interessar por esse assunto.

  • Deixe sugestões para assuntos

#Éticaprofissional #DesignerdeJoias #Modelista3DdeJoias #MercadodeTrabalho #ProfissãodeDesignerdeJoias #Joalheria #ProdutordeJoias

© 2010 - 2020 | Driely a Designer de Joias | Designer de Ouro

Cascavel PR | São José do Rio Preto SP - Brasil

  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest